1 comentário:
De Rede de Proteção a 14 de Maio de 2008 às 23:29
também acompanhei o caso e é simplesmente triste ver o que aconteceu. Não conseguiram respeitar a própria filha, não conseguiram parar com o acto cobarde de bater violentamente em alguém que não tem corpo para suportar pancada nem condições para se defender. No fim, depois de verem o resultado exclusivo das suas decisões não tiveram um resto de consciência e arrependimento para aguentar as consequências das decisões e tentam livrar responsabilidade jogando um corpo morto de uma janela. muito triste tudo isto, no fim , a criança que morreu, morreu sem ter feito nada, foi vitima nas mãos de adultos.

Comentar post