Domingo, 15 de Janeiro de 2012

30 Baladas (e mais três) Que Nunca Serão Enjoativas - Parte 2

A segunda parte da lista das 30 baladas que nunca ouviremos com uma careta de cansaço, tem outros grandes nomes famosos e alternativos. Eu, que adoro listar coisas, também adoro conferir os tops alheios, e a função deles pra mim é sempre a de captar interesse. Eu leio sobre aquilo, aquilo me intriga e eu vou atrás de mais informações. 

 

Portanto, se alguma dessas canções te maravilhar, não perde tempo não. Cada uma dessas bandas tem um trabalho incrível que merece ser apreciado e expandido. 

 

"Surrender the Crown" - Dishwalla
Em 2002, o Dishwalla lançou um álbum que pode facilmente entrar na lista dos melhores álbuns da história. Opaline é tão sensível que dói. No entanto, a canção que considero a mais incrível da banda, veio em 2005, no lançamento de Dishwalla. Surrender the Crown é tão poderosa quanto o agressivo álbum do qual faz parte. O arranjo é cheio de suspense e Richards prova que quando o assunto é vocal, ele não brinca em serviço.
"Plateau" - Nirvana
Curiosamente, a canção do Nirvana que escolhi para essa playlist não é do Nirvana. Por conta dos estrelismos de Cobain, o acústico de sua turma não foi uma experiência muito feliz para os fãs. A banda se esquivou de grandes sucessos (com excessão de "Come as you are") e fez alguns covers do Meat Puppets que não agradaram a chefia da MTV. A morte de Cobain acabou tornando esse álbum um fenômeno e ele caiu naquele limbo onde tudo que um ídolo morto produz, torna-se infalível.
O acústico tem bons momentos (se você for capaz de aturar Kurt com cara de caneca, fumando o tempo todo) e bons arranjos. O que mais me apetece é essa divertida Plateau, que tem uma certa dose de humor e mostra como os vocais do problemático Cobain, podiam ser muito mais do que uma gritaria sem fim.
"Chocolate" - Snow Patrol
O Snow Patrol surgiu na minha vida em 2005, quando numa festinha na casa de uma amiga, eu ouvi uma canção linda, comovente, com uma marcação de bateria constante e uma letra que é das mais lindas do planeta. Mas eu não sabia de quem era. Algum tempo depois, num daqueles programas de videoclipes que a Rede TV exibia quando foi inaugurada, a estreiante Fernanda Lima anunciou o single de uma banda chamada Snow Patrol, e então Chocolate começou a tocar na minha TV. 
Comprar o álbum Final Straw foi um reflexo imediato. E embora a genialidade tenha aparecido mesmo em Eyes Open, a canção Chocolate é um marco para a banda e para mim. É daquelas músicas que você não cansa de ouvir e que sempre parece se comunicar com você de algum jeito.
O Snow Patrol também ficou famoso por aparecer de vez em quando nos episódio de Grey's Anatomy
"Like a Stone" - Audioslave
O Wikipedia diz que o Audioslave fez muito sucesso, embora eu não tenha notícias muito específicas sobre isso. A banda acabou em 2007, lançou apenas três álbuns e deixou como legado a ótima Like a Stone. Épica, a canção representa a força de um arranjo e de um vocalista, embora essa identidade não tenha se fixado em outros trabalhos do grupo.
Mesmo asim, Like a Stone é trabalho de primeira e merece todas as nossas reverências.
"All Fall Down" - One Republic
Os americanos do One Republic são como uma fábrica de singles e hits. Seu primeiro álbum, o devastador Dreaming Out Loud, é tão gostoso de ouvir que impressiona. As canções são criativas, emocionadas, e embora ele tenha uma bobagem como Stop and Stare, considerada comercial demais, mesmo ela tem sua beleza. 
A banda tem alguns problemas de relações públicas... Toma decisões ruins como fazer remixes de canções, e isso lhe priva de certo respeito crítico. Talvez tenha percebido isso, ao decidir fazer com que o segundo álbum, Waking Up, fosse mais "difícil" e por consequência, menos vendável. 
Como um fã de violinos e violoncelos, estou bem servido com os caras. Principalmente em Dreaming Out Loud, essas sonoridades aparecem em quase todas as canções. O destaque, pra mim, é All Fall Down, mas não se prive do prazer de ouvir todo o álbum. É imperdível.
"The Man Who Cant Be Moved" - The Script
Outra banda do coração. E em amplos sentidos.
O The Script é jovem, mas se você ouvir seus dois únicos álbuns, vai perceber que eles nasceram para te tirar do eixo. Tanto o homônimo The Script, quanto Science and Faith, são produtos da mais pura e privilegiada criatividade. Com canções comovidas, que misturam influências de hip hop e lindos arranjos de cordas. Os vocais são um show à parte, cheios de força e lirismo.
The man who cant be moved é uma pequena obra prima que se não te traz lágrimas aos olhos, é porque você tá doente da cabeça. 
"Superman" - Five For Fighting
Se você acompanha muitas séries de TV, já esbarrou com Superman tocando em alguma delas. Eu a conheci primeiro em Dawson's Creek, mas ela rodou o mundo seriado e até hoje dá às caras de vez em quando.
O Five For Fighting se perde um pouco na identidade de seu vocalista, numa esquizofrenia musical perigosa, mas ainda assim merece uma audição atenciosa. Em Superman eles nos apresentam uma canção poderosa, com uma letra inspiradíssima, e um arranjo épico que vai crescendo, crescendo, até te arrebatar.
"Fake Plastic Trees" - Radiohead
O Radiohead se divide em dois momentos distintos: Seus três primeiros álbuns são equilibrados, no sentido de facilidade e erudição. São deles que vieram os sucessos da banda. Já os álbuns seguintes, não são pra qualquer ouvinte não. Yorke e sua voz de suicida se misturaram pesado com a música eletrônica (algo que vimos começar no irônico e absolutamente perfeito Ok Computer)  e começaram a dificultar a apreciação prática de suas canções. Ao se tornarem um conceito, se afastaram da melodiosidade. Um bom exemplo disso é o álbum In Rainbows, que tem como melhor canção a escondida Last Flowers, que só pode ser adquirida na versão especial do disco. Porque ela é a melhor? Porque só tem um piano, uma letra fantástica e um vocal triste como só Yorke sabe fazer.
Víamos mais disso antigamente, mas ainda assim, o Radiohead sempre vale e valerá a pena. Seus dois maiores sucessos são Creep (o hino dos losers) e Fake Plastic Trees, que no Brasil ficou conhecida pelo comercial mais bacana da história a respeito da Síndrome de Down. Não tem uma só vez em que escute essa música, que os olhos não lacrimejam quando ele diz "If I could be are you wanted, all the time".

"To the End" - Blur
Outra que não é para qualquer ouvido. A galera do Blur é tão conceitual quanto o Radiohead, mas conseguem o milagre de também ter sua identidade. São muitas as canções que valem a pena, mas eu destaco To the End por causa de seu caráter noir, com citações em francês e um arranjo tão inspirado que choca.
"The Good Will Out" - Embrace
Não encontrei o clipe dessa canção do Embrace, e acho que seus sete minutos de duração explicam isso. Mas de qualquer maneira, essa imagem aí no player é perfeita pra ser memorizada por vocês. É a capa do álbum The Good Will Out, um dos álbuns mais bacanas e emocionantes da história. 
Quase todas as canções valeriam a pena, mas eu destaco essa porque ela é a emoção em sua forma bruta e termina com um lálálá que me possui de alegria e ao mesmo tempo, tristeza.
"How" - Maroon 5
Com tantos clipes e boas canções do Maroon 5, porque justamente essa? 
Simples. Porque How não é uma simples canção, é uma manifestação espiritual. Seja pelo arranjo perfeito, seja pelos vocais oníricos de Levine, seja pela combinação de letra e intenção, cheias de inocência e sinceridade. How é a canção mais intensa e verdadeira da banda. E olha que o Maroon 5 já tem muitas obras-primas. No entanto, essa é... Sei lá, imensa. Indescritível.
"Talk Show on Mute" - Incubus
O Incubus aos poucos, vai se firmando cada vez mais no cenário musical. O álbum de onde veio essa ótima canção, é um bom exemplo de como o rock pode ser pesado, agressivo, e ao mesmo tempo, lúdico. Algo como o que o Third Eye Blind faz. 
Essa canção talvez exemplifique muito do poder do Incubus vem dos vocais, sempre oscilando entre a raiva e a melancolia. 
"Prayer 94" - Bon Jovi
Exemplo perfeito de como uma versão pode superar o original. O que Bon Jovi fez com Livi'n on a prayer é coisa de gênio. Ao lado de Jennifer Nettles, o cara produziu uma das coisas mais lindas de sua carreira.
O curioso é que Prayer 94 não foi lançada em muitos países e existe uma corrente de fãs que não suporta a galera que prefere essa versão à original.
"The Cave" - Munford & Sons
O estilo dizem que é o folk, mas se você tem dificuldades de entender só pela nomenclatura, compre Sigh no More, o único álbum do Munford and Sons, e dá uma conferida. 
Aquela atmosfera camponesa, misturada com uma puta bateria, algo meio country e muitos trompetes, é de capturar você e não soltar mais. Essa The Cave fulgura entre as canções mais comoventes do século. Além de ter aquele final absolutamente fantástico, a música tem uma letra elegante e vai te puxar pelo pé até você se render. 

"Aerials" - System Of a Down
Eu não sou muito fã do System, mas tenho que tirar o chapéu para os momentos em que o vocalista realmente canta, e não grita. 
Aerials é destaque não só por sua natureza sombria, mas pela participação do guitarrista do Metallica e pelo videoclipe assustador dirigido por um dos próprios membros da banda.
"Act Naturally" - Semisonic
Não há na internet, informações claras a respeito do fim do Semisonic, mas o fato é que desde 2003 que os caras não lançam nada. O que é uma pena, visto que ninguém sabe fazer música de modo tão limpo e cristalino como eles fizeram. 
Ao ouvir Act Naturally você vai entender bem o que quero dizer. Se não bastasse a voz de Dan ser irresistível, o casamento com a sonoridade clean resulta em pura beleza. E nessa canção, a letra ajuda a criar uma atmosfera de sensibilidade que não devia parar no tempo só porque seus criadores não querem mais exercê-la. 
Volta Semisonic!

"Hey Now" - Augustana
Essas duas últimas bandas aparecem como um plus para quem quiser se divertir com nomes poucos conhecidos. O Augustana também aparece de vez em quando nas séries e sua força pode ser sentida em todo esse ótimo álbum, cuja capa vocês já estão visualizando no vídeo.
O destaque para Hey Now é simples: pura potência, força e delírio. Daqueles refrões que te fazem gritar pela casa, no meio da rua, na fila do banco... 
"New Morning" - Alpha Rev
Abra os olhos numa manhã de Sol, escancare as janelas, sinta o cheiro do mar, ouça os pássaros e coloque New Morning pra tocar. Se não der pra fazer tudo isso, feche os olhos e imagine. O efeito é o mesmo.
Essa canção é um desbunde de sensibilidade e emoção. E não é triste não, é otimista. Otimista como um belo dia de sol. Mas só para aqueles que entendem o otimismo como qualidade e não como fraqueza.
Tags: ,
Dobrado Por Henrique Haddefinir às 17:06
Link | Dobre (comente) | favorito
|
1 comentário:
De Monique Bomfim a 16 de Janeiro de 2012 às 13:23
Olha, me identifiquei um pouco menos com essa lista do q com a anterior, porém fiquei mais empolgada e feliz por Mumford & Sons, Alpha Rev, The Script e One Republic terem entrado por não serem mainstream. Mas também né, graças a Deus vc é o Henrique e mainstream não significa mto pra vc. Muito grata por isso.

Comentar post

Tudo Sobre Ele

Pesquisar Dobras

 

Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Ontem

Voltamos já...

Fundo Sem Garantia

Um "Eu Amo GLEE" enorme n...

Glee, sua linda.

A Cabecinha do Hond#$%@##...

Sala de Projeção: Marilyn...

Titanic 3D

Agora sim...

Tô quase me rendendo...

Thammy Ae!

Vida Real Pra Quê?

Lua de Sinteco

Sala de Projeção

BBB12 - Selva Dentro e Fo...

M-A-D-O-N-N-A Pra Quem En...

Páginas Viradas

Setembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Tags

todas as tags

Links

Autógrafos

Assine meu Livro
blogs SAPO

subscrever feeds